Notícia: Livro de Ricardo Mioto traz revisionismo humorístico da História do Brasil

Em Breve História bem-humorada do Brasil o jornalista Ricardo Mioto descreve passagens pouco conhecidas de fatos e de figuras históricas. Com a função de divertir, o livro também leva à reflexão, ao relacionar o que aconteceu no passado aos problemas atuais, mas de uma forma irreverente e sem os rigores da academia. O livro será lançado no dia 2 de maio na Livraria da Vila na Alameda Lorena em São Paulo.

Quem nunca leu pelo menos um trecho da carta de Pero Vaz de Caminha, o primeiro relato histórico do descobrimento do Brasil? E quem também não se entediou com as datadas construções do nosso mais antigo escriba, numa época em que storytelling estava longe de se tornar moda? É exatamente por isso que figuras como Diogo Dias passaram completamente despercebidas na história do país. Navegador da esquadra de Pedro Álvares Cabral, ele foi o mais, digamos, animado entre os primeiros portugueses que passaram por aqui, cuja empolgação ao confraternizar com os índios de Porto Seguro foi tanta que ganhou menção na carta oficial ao rei. “Por que falamos tanto nesses insuportáveis Pedro Álvares Cabral e Pero Vaz e tão pouco em Diogo Dias, inventor do flerte, pai do carnaval, forrozeiro, axezeiro e chicleteiro?”, questiona Ricardo Mioto em Breve História bem-humorada do Brasil.

Inegavelmente, a História do Brasil, como a da maior parte dos países, é violenta, recheada de conflitos, mortes, extermínios e tortura. Além, claro, dos mais de 300 anos de escravidão e de diversos golpes, contragolpes e insurreições que aprendemos na escola. Mioto não evita os temas pesados, e nem poderia, mas busca aliviar a barra com humor. 

Serviço
Livro: Breve história bem-humorada do Brasil
Autor: Ricardo Mioto 
Editora: Grupo Editorial Record
Páginas: 238
Preço médio: R$ 34,90

Comentários