Notícia: Jornalista vencedora do Jabuti aborda anos de chumbo no Brasil em romance

O amor é capaz de sobreviver a uma ditadura? Eis a questão levantada pelo romance A noite em que o amor morreu, de Taís Morais (escritora que já foi premiada em 2006 com o prêmio Jabuti de melhor livro-reportagem). 

Nesse livro, que mistura ficção com aspectos históricos do país, a autora retrata a ditadura militar e seu sistema de opressão e desumanização em contraste com a liquidez humana de personagens complexos, feitos de várias camadas e tons inesperados. A história acontece em Brasília, nos anos 1970. 

Sob os olhos atentos dos militares, as pessoas conviviam com a repressão. O governo vigiava tudo e a todos. Nesse contexto, surge o amor entre dois jovens. Ela, estudante da UnB e militante dos movimentos contra o regime; ele, um homem cheio de mistérios, paciente e amoroso. Ela, classe média/alta; ele, filho de produtores rurais.

Serviço
Livro: A noite em que o amor morreu
Autora: Taís Morais
Editora: Penalux 
Preço médio: R$ 45,00

Comentários