13 de junho de 2018

Resenha: Sociedade dos Corvos - Diversos Autores



Edgar Allan Poe é uma inspiração para escritores até os dias atuais. A Sociedade dos Corvos, da Editora Coerência, organizado por C. B. Kaihatsu e com a presença de nomes como Bruno Godoi, é um verdadeiro exemplo de maestria do horror que Poe adoraria ler.

Sinopse: “A Sociedade dos Corvos” é um grupo de autores e ilustradores apreciadores da literatura de mistério, terror, fantasia, suspense, drama e ficção policial. Possuem em comum, a admiração pelo trabalho do autor norte-americano Edgar Allan Poe, cujo poema O Corvo, ajudou a batizar o nome do grupo. Este projeto literário foi idealizado pela autora, C. B. Kaihatsu, reunindo novos talentos e o Mestre do Horror, R. F. Lucchetti, que escreve o prefácio e um conto como autor convidado. Cada escritor e ilustrador presentes no livro são corvos, e cada corvo autor, dentro de suas particularidades, apresenta narrativas empolgantes, bem escritas e que prendem o leitor do início ao fim. Assim como pedem os contos de mistério. Os corvos ilustradores apresentam traços incríveis, únicos e característicos de cada um.

A obra reúne diversos contos de terror que fazem homenagem ao Poe. A obra imerge o leitor em diversas histórias que são muito horripilantes, capazes de assustar até ao mais ávido leitor das histórias de suspense e medo.
"Abriu com facilidade. A sala era muito limpa, havia um espelho adornado como a porta, uma mesinha de vidro e uma tesoura dourada que que se encontrava em cima desta. Na hora entendeu o que deveria fazer. Pegou a tesoura e cortou as faixas, retirando uma a uma. Tomou coragem e olhou para o espelho, e o pavor tomou conta do seu rosto ou do que sobrara dele. Viu uma face que não conseguia reconhecer. Uma rosto sem pele. Sem a pele alva da qual tinha tanto apreço."
(Cuidado com o que deseja - C. B. Kaihatsu; Pg. 100)

Para completar a obra, diversas ilustrações dão vida a nosso imaginário, celebrando as desventuras que nossos infelizes protagonistas tiveram. A escrita de todos os autores é excelente, sendo que tanto os contos quanto a escrita de Alfredo Alvarenga me chamaram a atenção em particular. Confesso que o conheci por esta obra e tive grata surpresa.

A diagramação também é muito boa. A ilustração de capa - um Poe bem sinistro - contrastou magnificamente com o conteúdo. A fonte utilizada, bem como seu tamanho, não causam problema nenhum à leitura, a qual flui normal e tranquilamente.
"Estava retornando, acompanhando o curso sinuoso da água, quando escutei um ruído atrás de mim, vindo da direção onde se encontrava a gruta. Rapidamente mirei o feixe da lanterna em sua direção, e tudo o que vi foi... apenas um vulto subindo e fugindo do foco da luz. Permaneci alguns segundos estático, olhando para o céu estrelado e para as árvores envoltas em sombra. Não sabia o que poderia ser aquilo, um animal voador, uma coruja? Ou um alienígena ou um demônio ancestral?"
(Olhos de Fogo - Alfredo Alvarenga; Pg. 60)

Fãs de Poe (e de terror em geral): Se atentem à esta obra. Seu potencial é gigante. A reunião de grandes nomes da escrita nacional, contrastando com desenhistas incríveis é verdadeira receita para o sucesso magnânimo.

Serviço
Livro: A Sociedade dos Corvos
Diversos autores
Editora: Coerência
Ano: 2017
Páginas: 307

Um comentário:

  1. Olá, sou o autor Alfredo Alvarenga. Muito obrigado por sua resenha.

    ResponderExcluir