7 de março de 2018

Notícia: Memórias de Catulo da Paixão Cearense são resgatadas em livro


No decorrer de quase todo o ano de 1943, de fevereiro a outubro, os leitores da revista literária Vamos ler! acompanharam com entusiasmo nada menos que 31 textos autobiográficos de um dos poetas, compositores e cantores mais do país. Catulo da Paixão Cearense tinha, então, 79 anos, quando escreveu suas memórias. Depois disso, ele viveu apenas mais três anos, e, mesmo assim, escrevia com vitalidade e humor invejáveis. 

Com esse material, o autor de clássicos como Luar do sertão, Ontem, ao luar, Cabocla di Caxangá e Flor amorosa mostrou outro talento singular, pouco conhecido: o de exímio prosador. Com memória prodigiosa, Catulo construiu um painel da vida musical, boêmia, poética, cultural e de comportamento do Rio de Janeiro nas duas últimas décadas do século XIX e nas duas seguintes.


A obra Música e Boêmia - A Autobiografia Perdida de Catulo da Paixão Cearense resgata este valor histórico e artístico. "Todo esse rico documento da história musical brasileira parecia condenado ao esquecimento", explica o jornalista Gonçalo Junior, que organizou o volume e assina a apresentação.

Serviço
Livro: Música e Boêmia A Autobiografia Perdida de Catulo da Paixão Cearense
Organização e apresentação: Gonçalo Junior
Editora: Noir
ISBN: 978-85-93675-07-2
Formato: 14 x 21 cm
Páginas: 252
Preço médio: R$ 49,90

Nenhum comentário:

Postar um comentário