24 de janeiro de 2018

Notícia: Peripécias de Nicolas I ganha primeira tradução para o português

Um livro anônimo, publicado em 1756 na Europa, virou sensação à época: o texto obscuro, tido por verdadeiro, conta a história de Nicolas, um trapaceiro espanhol que, depois de tantos golpes e falcatruas, vê-se obrigado a deixar a terra natal e embarca como padre na Companhia de Jesus rumo ao Novo Mundo, onde chega a ser rei do Paraguai e imperador dos mamelucos. A história de Nicolas I, Rei do Paraguai e Imperador dos Mamelucos ganha sua primeira versão em português, lançamento da Editora Unesp.

O livro, que chegou a ser comentado pelo filósofo Voltaire e publicado em quatro idiomas à época, provou-se falso. “Nicolas I era de fato famoso, e muitos leitores, inclusive o próprio Voltaire, consideram-no por algum tempo verdadeiro. O livreto, anônimo e mal escrito, traz algumas das grandes questões da época, num cenário que já fazia parte da imaginação coletiva europeia: a América dos conquistadores, dos jesuítas e dos conflitos entre portugueses e espanhóis.” Por conta disso, a todo o momento, o leitor é levado a crer que a história ali contada é mais do que verdade, dado seu refinamento em referências históricas, nomes completos e riqueza de detalhes extraídos de outras obras. 

Serviço
Livro: A história de Nicolas I, Rei do Paraguai e Imperador dos Mamelucos: seguido de Últimas notícias vindas do Paraguai
Autor: anônimo (século XVIII) 
Editora: UNESP
Organizadora e tradutora: Fernanda Veríssimo 
ISBN: 978-85-393-0690-9
Formato: 11,5 x 18 cm 
Páginas: 132 
Preço médio: R$ 32,00 

Nenhum comentário:

Postar um comentário