27 de dezembro de 2017

Notícia: Livro traz história real da mulher que comandou a mesa de pôquer mais exclusiva do mundo

Memórias de excessos, glamour e ganância narradas são narrados em A grande jogada, livro que traz a história de uma mulher que cruzou a linha que separa o legal do ilegal.

Com pouco mais de 30 anos, Molly Bloom ganhou as manchetes dos jornais ao ser presa pelo FBI por operar fora da legalidade uma das mais milionárias mesas de pôquer do mundo. Bonita e atraente, cortejada por homens poderosos, com um guarda-roupa de grife e montanhas de dinheiro no banco, a Princesa do Pôquer, como ficou conhecida, parecia mais uma estrela de Hollywood que uma criminosa confessa.

E foi em Hollywood mesmo que ela começou, do zero, a promover as mesas pelas quais passariam, nos anos seguintes, centenas de milhões de dólares, em partidas que aconteciam em luxuosas suítes de hotéis, para uma seleta lista de convidados dispostos a desembolsar quantias que partiam dos seis dígitos. Entre eles, astros como Leonardo DiCaprio, Tobey Maguire e Ben Affleck, mandachuvas da indústria do entretenimento, líderes estrangeiros, grandes magnatas e até mesmo a máfia russa. 

Sobre a autora
Molly Bloom cresceu em Loveland, no Colorado, Estados Unidos. Formou-se em ciência política e foi atleta da seleção americana de esqui. Operou por anos uma das mais valiosas mesas de pôquer do país, até ser presa, em 2013, pelo FBI. Suas memórias narradas em A grande jogada foram adaptadas para o cinema, em produção dirigida por Aaron Sorkin, com Jessica Chastain, Idris Elba e Kevin Costner no elenco. Atualmente, Molly mora em Los Angeles.

Serviço
Livro: A grande jogada
Autora: Molly Bloom
Tradução: Renato Marques
Editora: Intrínseca
Páginas: 272
Formato: 16 x 23 cm
ISBN: 978-85-510-0289-6
E-ISBN: 978-85-510-0290-2

Nenhum comentário:

Postar um comentário