23 de novembro de 2017

Notícia: Vítima das "fábricas de crianças nazistas" relata sua história em livro

As crianças esquecidas de Hitler é um livro que pode ser considerado documento vivo de um dos períodos mais cruéis do século 20.  Escrito por Ingrid von Oelhafen e Tim Tate, a obra traz o relato da menina sobrevivente do programa Lebensborn, também conhecido como fábrica das crianças nazistas. 

A garotinha Erika Matko, de origem iugoslava, foi raptada aos nove meses e, após ser considerada pelos médicos nazistas apta a se tornar uma “Criança de Hitler”, foi levada para a Alemanha para ser adotada, recebendo o nome de Ingrid von Oelhafen.

Desconhecer sua verdadeira história sempre perturbou Ingrid. Até que em 1999 ela recebeu um telefonema da Cruz Vermelha que a instigou a procurar informações. Mesmo sofrendo muitas decepções no caminho, prosseguiu na busca de registros do período da guerra, até que descobriu ter sido uma criança do programa Lebensborn.

Ingrid precisava conhecer o seu passado. Ao longo dos anos, ela enfrentou com coragem uma série de dificuldades, já que vários registros sobre o Lebensborn foram destruídos pelos nazistas. Ainda assim agora vêm a público, revelados por Ingrid, documentos raros, incluindo depoimentos de processos do Julgamento de Nuremberg. 

Sobre os autores
Ingrid von Oelhafen (Erika Matko) é fisioterapeuta aposentada e vive em Osnabruque, Alemanha. Investiga há mais de vinte anos sua própria história e a do Lebensborn.
Tim Tate é documentarista e escritor de não-ficção. Escreveu best-sellers, incluindo Slave Girl. Seus filmes foram premiados pela Anistia Internacional, Royal Television Society, Unesco e Associação Internacional de Documentários.

Serviço
Livro: As crianças esquecidas de Hitler: a verdadeira história do programa Lebensborn
Autores: Ingrid von Oelhafen e Tim Tate
Editora: Contexto
Tradução: Rogério Bettoni
Páginas: 240
Preço médio: R$ 49,90

Nenhum comentário:

Postar um comentário