19 de janeiro de 2017

Notícia: Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto inicia atividades em 2017


No próximo sábado (21) a Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto dá inicio à programação de 2017 de dois de seus programas permanentes.
Às 09h acontece o primeiro encontro do ano do Núcleo de Contadores de Histórias. Às 16h, o Clube da Leitura se reúne para ler e comentar o livro "A Abadia de Northanger", de Jane Austen. As atividades são gratuitas e acontecem na sede da Fundação, que fica na Rua Professor Mariano Siqueira, 81, no Jardim América. Sob o comando da atriz Míriam Fontana, o Núcleo de Contadores de Histórias da Fundação se reúne para fomentar experiências, contação de histórias e planejamento para a sequência de atividades programadas.

O Núcleo é aberto e os encontros acontecem uma vez por mês, sempre no último sábado. Segundo Míriam, os encontros deste ano serão mais focados em "exercícios do contar", com a ideia de envolver cada vez mais os participantes no hábito de contar histórias. “Além disso, vamos propor desde janeiro um enfoque para histórias dos escritores incluídos nos outros projetos da Fundação, como o “Combinando Palavras” e a Feira do Livro”, revela a atriz. 

Já o Clube da Leitura foi criado com o objetivo de estimular a leitura e passear por narrativas de diversos autores e estilos literários. Recentemente, o grupo ganhou um novo perfil através da curadoria da bibliotecária Gabriela Bazan Pedrão, doutoranda em Ciências da Informação pela Unesp. “Neste primeiro encontro do Clube no ano faremos a leitura do livro "A Abadia de Northanger", de Jane Austen”, apresenta Gabriela. A obra é considerada a mais leve e cômica de uma das escritoras mais lidas de todos os tempos. "Este livro é uma paródia dos romances góticos da autora.”

Sobre a Fundação 
A Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto é uma entidade de direito privado, sem fins lucrativos. Trata-se de uma evolução da antiga Fundação Feira do Livro, criada em 2004, especialmente para realizar a Feira Nacional do Livro da cidade. Hoje, é considerada a segunda maior feira a céu aberto do país, realizada tradicionalmente no mês de junho. 

Com uma trajetória sólida e projeção nacional e internacional, a entidade ganhou experiência e, atualmente, além da Feira, realiza muitos outros projetos ligados ao universo do livro e da leitura com calendário de atividade durante todo o ano. 

A Fundação se mantém com o apoio de mantenedores e patrocinadores, com recursos diretos e advindos das leis de incentivo, em especial do Pronac e do Proac. A diretoria é eleita para um mandato de dois anos, sob acompanhamento do Conselho Fiscal. Com nova diretoria, a Fundação se prepara para implementar uma nova política de atuação em Ribeirão Preto e em outras cidades, com projetos na área de formação de professores e mediadores de leitura. 

Atualmente, a diretoria da Fundação é representada pela jornalista, educadora e escritora, Adriana Silva na presidência; Edgard de Castro (advogado e cineasta) como 1º vice-presidente e Nelson Jacintho (médico e escritor) é o 2º vice presidente, além de equipe com oito profissionais, um conselho com 22 membros e prestadores de serviços na área de comunicação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário