29 de novembro de 2016

Resenha: Alice e As Armadilhas do Outro Lado do Espelho - Mainak Dhar

*Livro cortesia da editora

O livro Alice e as armadilhas do outro lado do espelho traz a segunda parte da trilogia criada por Mainak Dhar que é uma releitura da história clássica de Alice e possui uma pitada de distopia.

Sinopse: Você está pronto para as armadilhas do outro lado? Mais de dois anos se passaram desde que Alice seguiu um Mordedor com orelhas de coelho e entrou em um buraco, o que deu início a uma série de acontecimentos que mudaram a vida dela e a de todos que moram no País das Armadilhas. A Guarda Vermelha resolvera conceder trégua; Alice havia reinstaurado a paz entre humanos e Mordedores e, sob a liderança dela, os humanos tinham conseguido fundar a primeira comunidade real e verdadeiramente organizada desde a Insurreição — uma cidade chamada País das Maravilhas. Entretanto, o aparente estado de paz é rompido depois de diversos ataques dos Mordedores e Alice se vê rejeitada pelas mesmas pessoas por cuja liberdade ela lutou. Agora precisa voltar ao País das Armadilhas para desvendar essa nova conspiração que ameaça o País das Maravilhas. E fazer isso significa ficar frente a frente com sua maior e mortal adversária — a Rainha Vermelha.

Primeiramente gostaria de dizer que não li a primeiro livro da trilogia, e, sem conhecer a história contada na primeira obra, esta segunda deixa algumas lacunas, mesmo trazendo certas vezes uma recapitulação dos fatos.
"Alice entendeu tudo o que ouviu, mas sua mente se recusou a acreditar. Ainda havia pessoas no País das Armadilhas, em sua maioria marginais que tinha aterrorizado os assentamentos antes da formação do País das Maravilhas."
A trama tenta ser explicativa, mas acaba enrolando demais e a história parece ter certa dificuldade em envolver o leitor. Este fator faz com que o desenvolvimento da história seja lento e não prende o leitor logo nas primeiras páginas.

Por outro lado, este livro traz uma personagem muito forte, decidida e que não mede esforços para ajudar o seu povo. Também temos a presença de companheiros de Alice, que demonstram a importância da união, mesmo em momentos difíceis.
"Depois da Insurreição, as únicas pessoas valorizadas eram aquelas que se mostravam fortes o suficiente ou implacáveis o bastante para sobreviver ao caos que se sucedeu" 
A ideia do autor para a trilogia é muito boa e nas narrações e falas dos personagens é possível notar uma forte crítica a política mundial, tratando de guerras e desentendimentos entre nações. Contudo, a escrita é bem rasa e falta um andamento para a história. Mesmo assim, o livro contempla cenas interessantes e aborda e assuntos que são próximos da realidade, afinal, a crítica social fica bem evidente.

A diagramação do livro foi bem estruturada e a capa exprime muito bem o contexto da obra. O tamanho das letras é maravilhoso e não permite que a leitura fique cansativa aos olhos. A Única fez um trabalho muito bom de edição.

Este livro é indicado para quem se interessa por ficção indiana, distopia e histórias que envolvam mortos-vivos. Estes leitores podem se prender com esta história. Vale esperar pelo lançamento do último livro da trilogia para verificar como o autor concluirá a trama.

NOTA: 3,5

Serviço
Autor: Mainak Dhar
Editora: Única
ISBN-13: 9788567028873
ISBN-10: 8567028876
Páginas: 256
Preço médio: R$ 35,00 

Nenhum comentário:

Postar um comentário