7 de junho de 2016

Resenha: Escuridão Total Sem Estrelas - Stephen King




O livro Escuridão Total Sem Estrelas, de Stephen King, é uma verdadeira obra-prima deste grande autor.

Sinopse: Em 1922, o agricultor Wilfred e o filho, Hank, precisam decidir do que é mais fácil abrir mão: das terras da família ou da esposa e mãe. No conto Gigante do volante, após ser estuprada por um estranho e deixada à beira da morte, Tess, uma autora de livros de mistério, elabora uma vingança que vai deixá-la cara a cara com um lado desconhecido de si mesma. Já em Extensão justa, Dave Streeter tem um câncer terminal e faz um pacto com um estranho vendedor. Mas será que para salvar a própria vida vale a pena destruir a de outra pessoa? E, em Um bom casamento, uma caixa na garagem pode dizer mais a Darcy Anderson sobre seu marido do que os vinte anos que eles passaram juntos. Os personagens dos quatro contos de Stephen King passam por momentos de escuridão total, quando não existe nada — bom senso, piedade, justiça ou estrelas — para guiá-los. Suas histórias representam o modo como lidamos com o mundo e como o mundo lida conosco. São narrativas fortes e, cada uma a seu modo, profundamente chocantes.

Cada conto nos mostra a verdade nua e crua de nossas vidas. Vemos que o mundo não é somente flores, mas que ele também pode ser sujo, injusto e insano. Também vemos que as pessoas podem muito bem ter comportamentos anormais, e quem nem sempre as coisas são o que parecem.

Naquela manhã, Darcy viu uma mulher velha, e não de meia-idade: pele pálida, rugas fundas nos cantos da boca, olheiras arroxeadas sob os olhos, o cabelo despenteado de um jeito que só se consegue após uma noite de sono agitado. Mas tudo era de interesse apenas passageiro; sua aparência era o que menos a preocupava. Ela espiou por cima do ombro de seu reflexo e através da porta aberta do banheiro para o quarto deles. Só que não era deles, era o Quarto Sombrio. Ver os chinelos de seu marido, só que não eram os dele. Eram obviamente grandes demais para serem de Bob, quase os chinelos de um gigante. Eram do Marido Sombrio.

Realmente, faz você repensar a vida, a sociedade e o mundo. No posfácio, King afirma ter se baseado em um ou outro caso específico real para bolar alguns dos contos.

Quanto à diagramação, mais uma vez, é ótima. A Suma sempre capricha e, mais uma vez, o fez, nas letras e espaçamento. Por fora, as páginas e a capa são pretas, dando ainda mais a sensação de algo sombrio. Vale a leitura.

Livro: Escuridão Total Sem Estrelas
Autor: Stephen King
ISBN: 9788581052755
Páginas: 392
Edição: 1ª
Tipo de capa: Brochura
Editora: Objetiva/Suma de Letras
Ano: 2015
Preço médio: R$ 49,90
Nota: 5

Nenhum comentário:

Postar um comentário