18 de maio de 2016

Notícia: Editora lança segundo livro da série Contos de Moçambique


As Armadilhas da Floresta, obra escrita pelo autor moçambicano Hélder Faife e ilustrada pelo também moçambicano, Mauro Manhiça, é lançamento do mês de maio da editora Kapulana. O livro traz aos leitores a bela história resgatada da tradição oral de Moçambique. Nesta intrigante narrativa, homem e leão disputam a liderança na floresta.

Cada um faz uso de artimanhas para vencer o outro até que a disputa é solucionada de maneira inesperada, com a participação de outro animal, o rato. Numa dessas madrugadas, inesperadamente, os passarinhos sentiram-se desanimados e, quando o vento que vinha de muito longe, atravessando mares, montanhas e planícies, lhes soprou as penas avisando que ia amanhecer, não cantaram. Mantiveram-se calados como uma orquestra silenciosa. Assim, amanheceu sem que os mochos, os morcegos e outros animais noturnos tivessem ido dormir, e sem que os macacos, as gazelas e outros animais diurnos tivessem acordado. 

Esse é o segundo volume da série Contos de Moçambique, composta por contos resgatados da tradição oral. O primeiro, O Rei Mocho, de Ungulani Ba Ka Khosa, com ilustrações de Americo Mavale, reconta outra tradicional fábula moçambicana originária dos sena – uma etnia do centro do país. Para saber mais sobre As Armadilhas da Floresta e ler alguns trechos do livro, clique aqui.  



S
obre o autor: Hélder Faife nasceu em setembro de 1974, em Maputo, atual capital de Moçambique. Publicitário por formação desde 1994, estudou Arquitetura e Planejamento Físico na universidade moçambicana Eduardo Mondlane. É artista plástico e membro da Associação dos Escritores Moçambicanos. É autor de outros premiados livros importantes, como Contos de fuga, Poemas em sacos vazios que ficam de pé e Pandza, Crónicas. 






Sobre o ilustrador: Mauro Manhiça, publicitário e artista plástico, nasceu em 1980 em Maputo, Moçambique, onde estudou Ciências da Comunicação. Faz ilustrações para campanhas publicitárias, para livros infantis de contos, HQs e outros projetos editoriais como manuais escolares e cartoon para jornais. Também, faz ilustrações para vários projetos da FAO e da UNICEF Lançou, como escritor, em 2015, um livro de poemas, Cheio de Tão Vazio. Sobre a série Contos de Moçambique: Nasceu de um projeto de colaboração entre a “Escola Portuguesa de Moçambique” e a “Fundació Contes pel Món”, de Barcelona, Espanha. Em 2015, a Editora Kapulana fez uma parceria com a “Escola Portuguesa de Moçambique” para publicar no Brasil essa magnífica coleção, com o objetivo de apresentar ao leitor brasileiro uma amostra da cultura moçambicana. A série é composta por dez volumes de contos da tradição oral de Moçambique. São histórias recontadas por renomados escritores e ilustradas por artistas de diversas expressões, como pintura, desenho, escultura, batique e artesanato com materiais diversos.


Sobre a Editora Kapulana: A Editora Kapulana tem como lema produzir “Livros bons e belos”. Assim, em seus diversos segmentos, como Bilíngues, Vozes da África, Ciências e Artes e Intersecções Literárias, oferece aos leitores obras de alta qualidade presente tanto no conteúdo como na sua forma de apresentação.

Serviço
Livro:As Armadilhas da Floresta
Editora: Kapulana
Páginas: 32
ISBN: 978-85-68846-13-1 
Formato: 21 x 21 
Preço médio: 29,90 

Nenhum comentário:

Postar um comentário