2 de maio de 2016

Notícia: Cauê Borges participa da Flipoços 2016

O escritor Cauê Borges, autor de Jean-Jacques RousseauContos de Trabalho, Capital e Cotidiano, vai participar da Flipoços 2016.

O festival literário acontece de 30 de Abril até 8 de Maio, em Poços de Caldas.

O autor da região do Grande ABC, em São Paulo, estará presente em dois eventos, confira:
  • 04/05 - 17:30: Evento com o livro Contos de Trabalho
  • 05/05 - 14:30 -  Evento com Coleção Filosofinhos (Rousseau)

Sobre o autor 
Cauê Borges é escritor e compositor brasileiro. Em 2012 recebeu o Prêmio do Concurso Yoshio Takemoto. É também ensaísta e poeta, com predileção pelo hai-kai. Seu livro infanto- juvenil Jean-Jacques Rousseau – 2013 (Coleção Filosofinhos – Tomo Editorial), traz para o lúdico os escritos do filósofo genebrês. É também autor do livro Contos de Trabalho, Capital e Cotidiano – 2015, traduzido para o francês, que vagueia pelo mundo do trabalho, pelo ponto de vista do trabalhador. Cauê palestra em faculdades, escolas e bibliotecas, tem um disco autoral (Diminuto – 2011), de música brasileira. Participou do Salão do Livro de Genebra 2015. Foi operário por 15 de seus 38 anos, declara-se economista social, tendo escrito a tese – Desempenho Escolar e Aspectos Socioeconômicos da Educação Fundamental.



Sinopse: Os contos e crônicas contidos no livro, traduzidos para o francês, vagueiam pelo mundo do trabalho, e o descrevem, do ponto de vista do trabalhador, agente inconscientemente em busca da emancipação. O autor, ex-operário, armado de ironia muito bem humorada, conversa sobre o cotidiano e o que considera a maior insanidade social de nossa história; o trabalho estranhado. Internacionaliza um grito pelo maior direito dessa classe; o direito ao não-trabalho. 




Sinopse: A coleção Filosofinhos convida o leitor a conhecer um pouco da filosofia acompanhando historinhas cujos personagens são grandes filósofos quando ainda eram pequenos. Nessas histórias, os pensadores são crianças, mas já apresentam algumas de suas ideias revolucionárias. Para os adultos (pais, cuidadores e professores), cada volume inclui uma pequena biografia do pensador retratado, além de sugestão de outras leituras para aprofundar o conhecimento. As histórias são bilíngues português/francês, pois a coleção tem como propósito alargar as fronteiras da criança, mostrando-lhe que a mesma história pode ser lida em outra língua. Também visando estimular o pensamento crítico e uma relação ser humano/natureza mais sadia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário