4 de dezembro de 2015

Notícia: Livro conta desafio pessoal de um médico brasileiro



Rafael Alvarenga Ssanavacca, Cardiologista do Instituto do Coração, em São Paulo, vinha investindo os últimos onze anos de sua vida estudando para se formar e se especializar como médico.
 
Como prêmio para tanto empenho, ele se deu de presente uma viagem ao Nepal, com destino ao acampamento base do Everest, a montanha mais alta do mundo – 8.848 metros. O médico narra a saga que vivenciou e conta os detalhes na obra literária Agonia e Êxtase no Nepal.

O que era para ser um desafio pessoal acabou se transformando em superação. Não só pelos obstáculos em escalar as montanhas da cordilheira do Himalaia, mas por presenciar o maior terremoto da história recente daquele país de quase 29 milhões de habitantes e uma das mails elevadas concentrações demográficas do continente asiático. Uma quase prisão após conexão em Abu Dhabi, choque cultural, baixíssimas temperaturas, corpo submetido ao arrarefeito, medo e morte no Nepal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário