22 de setembro de 2015

Resenha: 77 páginas para morrer - Marcelo Almeida


* Livro cortesia da Editora nVersos
O livro 77 páginas para morrer, de Marcelo Almeida, vai além de uma trama policial, ele instiga o leitor e, mais do que isso, o faz interagir ativamente com a história. 

Sinopse: A Ratoeira, o mais novo escritório de investigação particular da cidade, tem um novo e intrigante caso: o assassinato de duas pessoas que, aparentemente, estão ligadas a uma frase reveladora de um livro conhecido por muitos, lido por poucos. O caso levará um detetive nada sagaz, formado por cursos a distância, e uma cartomante enrolada, ávida por dinheiro, a recorrerem à única pessoa que pode – e deve – ajudá-los a desvendar o mistério por trás dos assassinatos: você, caro Leitor, que, munido de sua inteligência, bagagem literária, um celular ou computador, pode descobrir toda a verdade antes da 77ª página... Senão... 

Um homem comete um crime de trânsito e por conta disso deve prestar serviços comunitários em um asilo. É assim que ele conhece Madame Tussaud que, como ele, trabalhava de forma comunitária.

Depois de cumprirem os seus serviços eles se encontram novamente e possuem um mistério para resolver. Eis que surge um novo escritório de investigação: A Ratoeira. Tal mistério é deixado de lado quando uma das clientes da "vidente" Madame Tussaud morre.

A Madame vê uma oportunidade para alavancar seu escritório e ganhar clientes. Junto com ela está seu colega de negócios e detetive JK, K de Kasqueira, e o Leitor.

É neste momento que o livro convida o leitor não apenas para continuar a leitura, mas a fazer parte desta investigação.

A obra é interativa e possui QR codes que contém áudios e fotografias, ambos relacionados ao conteúdo do livro. Outra experiência são as páginas em formato de história em quadrinhos, que dão uma ilustração mais realista para a trama.

O caso a ser investigado no livro traz referências de um obra literária nacional e também faz menção a uma peça internacional. Uma ideia genial do escritor.
"O mistério alimenta a busca pela verdade. Quanto mais misterioso o problema parecer, mais ansioso alguém fica para esclarecer."
Um evento do livro é inesperado, surpreendente e na minha opinião, muito bem elaborado pelo autor. O desfecho é recheado de enigmas, trazendo depoimentos importantes para o desenrolar do caso. Os mistérios são muito bem explorados, de forma a dar uma ótima conclusão para a história.

O livro é narrado em primeira pessoa, tem uma leitura que flui bem e é convidativo. A capa condiz com aquilo que o livro propõe e a contracapa mostra o desenho de um detetive que se assemelha muito ao famoso Sherlock Holmes.

Atrativo, misterioso e legal, o diferente neste livro policial é que o Leitor (sendo ele um personagem) consegue desvendar os mistérios antes mesmo do detetive JK.

Uma leitura rápida, agradável e que envolve muita curiosidade.

Nota: 

Confira o book-trailer

Sobre o autor 
Marcelo Almeida do Nascimento graduou-se em Letras pela Universidade de São Paulo e decidiu, então, criar os seus próprios mistérios. Entre contos, peças de teatro e jogos de tabuleiro, já escreveu Os ladrões do Brás e Clube das carências afetivas.

Serviço
Autor: Marcelo Almeida 
Editora: nVersos Editora
ISBN-13: 9788584440511 
ISBN-10: 8584440518 
Ano: 2015 
Páginas: 128 
Idioma: português 
Preço médio: R$ 29,90

Nenhum comentário:

Postar um comentário