27 de maio de 2015

Notícia: Poesia do futebol de várzea e do blues



Se você é daqueles que curtem futebol, blues ou outro estilo musical, então vai gostar do livro Contos de Várzea e Outros Blues, do escritor andreense Marcelo Mendez.
Na obra estão reunidas crônicas que Mendez escreveu em 2013 sobre os mais de 60 domingos, nos quais foi visitar (e acompanhar) o futebol de várzea da região. Mendez detalha ao Diário como surgiu a ideia de compilar seus escritos em um livro. "Em conversa com Xico Sá (jornalista e escritor), ele me deu a ideia de guardar o que escrevi e transformar em livro." O mesmo Xico Sá assina o prefácio da obra, enquanto que o texto da orelha é do também jornalista e escritor Mauro Beting.

Mas a obra não está presa somente ao mundo futebolístico. Marcelo une todas as histórias de paixão, desesperos, crenças e esperanças do futebol de várzea do Grande ABC com o "gingado" e elegância da música, outra paixão do escritor. "O blues é minha vida. Amo ele e o futebol desde quando surgi no mundo, é algo que norteia minha vida", diz Mendez. 

Já sobre o processo de criação em si, o autor foi enfático: "Literatura não é tranquilo, é loucura, é sofrimento desgraçado. Se for tranquilo não vale nada, tem que ser algo épico. Para mim foi ótimo ter produzido esta obra." Além de texto, diversas fotos ilustram as páginas do lançamento. Nario Barbosa, fotógrafo do Diário, é um dos que contribuem com imagens.

Antes desse livro, o jornalista foi coautor de Palmeiras, 100 Anos de Academia, o livro oficial do centenário do clube, lançado no ano passado e que também foi escrito por Mauro Beting, Fabio Chiorino, Gino Bardelli e Leandro Begoauci. "Não escrevo para tutelar leitor. Quanto a esta minha nova obra, espero que fique claro a eles que, na literatura brasileira, é único. O povo é protagonista, não estereotipo ninguém, até porque eles são a grande razão de tudo isso", afirma o escritor. Contos da Várzea e Outros Blues está à venda pela editora Córrego por R$ 20. "Está mais barato do que a cerveja que eu bebo", encerra Mendez.

Nenhum comentário:

Postar um comentário