3 de março de 2015

RESENHA: A-LII - Ana Macedo


O livro A-LII, a segunda obra publicada da escritora Ana Macedo, se passa em um mundo pós terceira e quarta guerras mundiais. Os seres do planeta estão lidando com as consequências dos atos praticados pelos homens.

Sinopse: Em um mundo devastado pelas 3ª e 4ª guerras mundiais, A-LII, um clone criado em cativeiro, começa questionar sua existência, enquanto, Will, um garoto crescido nos subúrbios de uma Londres destruída, luta pela sobrevivência de sua família. O que ninguém espera é que, juntos, esses dois possam ser a chave de uma revolução contra a opressora Voz, mas, qual será o preço pago pela liberdade?

Os capítulos são intercalados entre as histórias de A-LII e Will, que no princípio são duas pessoas distintas, ligadas apenas por um sentimento em comum: aversão ao governo atual (A Voz).

A-LII é um clone criado para testar as regalias humanas (produtos de beleza, métodos de agressão, etc.). A jovem sofre nos centros de pesquisa, não entende os "humanos" e, assim como outros clones, sabe só o necessário para cumprir o papel o qual o foi resignado. Por isso, ao ser levada pelo seu criador, Senhor Muniz, para o mundo afora ela estranha as ações das pessoas e a forma como elas vivem. A vida de Allie não melhora, mesmo fora da "prisão" ela continua servindo somente aos caprichos de seu dono. O que faz a personagem se fortalecer é o fato dela se interessar por leituras e também ser apresentada aos filmes, "armas" poderosas para lutar contra a falta de conhecimento e também banidas pela Voz, um governo que se assemelha a muitas ditaduras já citadas na história real. Tudo o que A-LII tinha é tirado dela, o que a faz se voltar contra o governo.
"O que podemos fazer é seguir em frente, na esperança de que, algum dia, uma alma torne-se boa e determinada o suficiente para lutar por um mundo melhor, sem importar-se com seu passado, presente e futuro."
Will é um adolescente comum que trabalha de forma ilegal para sustentar seus irmãos, já que seu pai é um bêbado e sua mãe uma prostituta drogada. Assim como outros jovens ele é treinado para combater a favor da Voz contra os rebeldes. Mas, após um acontecimento que mexe com a sua vida Will se revolta e decide contrariar o sistema. É acolhido pelos rebeldes e se junta a eles com o objetivo de vingança, mesmo achando que o esquema dos rebeldes se assemelha em alguns pontos com o da Voz. 

Em um certo ponto as histórias de Allie e Will se cruzam e o leitor percebe que mesmo com ideais diferentes eles querem um mundo melhor, livre dos silenciadores (soldados da Voz), onde todos possam lutar e desfrutar do bem.

Mesmo sendo ficção o livro faz críticas pontuais ao sistema e a forma como o ser humano se acomodou com tragédias e violências. A história faz o leitor ir além das páginas, instiga-o a refletir o mundo em que vive, tanta coisa acontecendo ao nosso redor e por vezes ficamos calados.

Atos de violência e abuso são retratados no livro, por vezes de forma implícita, mas que choca o leitor, tamanha a crueldade que existe nas personagens (e convenhamos, também no mundo fora da fantasia).
"Poderia haver um futuro em que o mundo não fosse esse amontoado de erros constantes e frequentes? Um futuro no qual a repressão não seja uma realidade tão gritante e cotidiana. Nós somos cúmplices inconscientes de retaliação da liberdade e livre arbítrio."
Há erros de grafia no livro e a falta de uma boa revisão ficou visível. Por vezes interferiu um pouco na leitura, que possui parágrafos curtos. Mas, de um modo geral eu gostei bastante da história, porque curto bastante quando o autor nos convida a pensar mais sobre temas tão complexos.

O final fica nas entrelinhas, faz o público imaginar o que vai acontecer dali pra frente, mas é o melhor final que o livro poderia ter e foi bem concluído. Afinal, como saber quando o homem vai deixar de querer impor aquilo que ele e somente ele acha certo? As diferenças existem e há muito precisam ser aceitas, não violência, nem guerras. Não podemos nos calar!


Serviço
Livro: A-LII
Autora: Ana Macedo
Páginas: 405
Data de publicação: 2014
Editora: Literata
Preço médio: -

Nenhum comentário:

Postar um comentário