13 de fevereiro de 2015

Notícia: Economia Criativa da Literatura mostra a que veio


Empresa de camisetas literárias cresceu 117% em relação ao ano anterior e prepara novidades para manter o ritmo.
A Poeme-se, primeira grife poética do Brasil, fechou o ano de 2014 com um crescimento de mais de 100% em relação a 2013. Para Gledson Vinícius e Leonardo Borba, gestores da marca, a alta se deu graças aos investimentos na nova plataforma de e-commerce, área da economia que cresceu 24% em 2014, segundo o E-bit. Além disso, a Poeme-se ampliou sua participação em eventos literários no sudeste do país. 

Para 2015, os empresários planejam voos mais altos. A empresa-verso vai participar pela primeira vez da Bienal do Livro, no Rio de Janeiro. Será a estreia de uma marca ligada à moda num dos maiores eventos literários do país. Além disso, eles pretendem continuar investindo no e-commerce para manter o crescimento, ampliar o mix de produtos e diversificar as estampas-literárias. 

Entre as novidades, também chega o projeto Poesia 2.0, que Gledson mantém em segredo, mas adianta ser algo que promete movimentar o cenário poético. 

Quem aqui acha que livros e camisetas fazem uma boa parceria?


Nenhum comentário:

Postar um comentário