13 de janeiro de 2015

Notícia: Estudo aponta decréscimo de leitores de e-books e aumento dos livros impressos


O jornal Financial Times divulgou na última semana uma pesquisa que mostra o desempenho recente dos livros impressos e em formato e-book.

O levantamento Nielsen Bookscan, citado pelo FT, apontou que o número de livros físicos vendidos nos EUA aumentou para 2,4% em 2014, chegando aos 635 milhões. No Reino Unido, houve um decréscimo de 1,3%, o que, ainda assim, representa um cenário melhor no país ante 2013, quando houve um recuo de 6,5% nas vendas.

Especialistas ouvidos pelo jornal afirmam que a situação deve seguir assim nos próximos anos graças aos jovens. pois, segundo a mesma Nielsen Bookscan, a maioria dos jovens entre 13 e 17 anos são adeptos dos livros tradicionais e os títulos de ficção para jovens adultos subiu 12% no ano passado - número maior do que o de vendas de livros voltados para adultos.

2 comentários:

  1. Interessante isso, imaginava que os jovens fossem aderir mais aos e-books.
    http://meuhobbyliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sou uma dessas pessoas que prefere o livro físico, haha.

      Excluir