7 de outubro de 2014

Notícia: Argentino Federico Axat lança seu primeiro romance em terras brasileiras


Intrigante e surpreendente. É dessa maneira que o argentino Federico Axat estreia no mercado editorial brasileiro com O pântano das borboletas, pelo selo Tordesilhas. O texto primoroso envolve o leitor a cada página com riqueza narrativa que possibilita a visualização da história e de seus personagens como em um filme. A trama transcorre em dois planos principais – 1985, quando os protagonistas têm 12 anos de idade, e 2010, quando já estão quase chegando aos 40. Cheio de mistérios e reviravoltas, o livro retrata com delicadeza a passagem de três inseparáveis amigos para a adolescência 


O prólogo inspirado e tocante fisga o leitor de primeira. Durante violenta tormenta, Sam Jackson, um bebê de apenas um ano, perde a mãe. Era 1974 na cidade fictícia de Carnival Falls, na Nova Inglaterra, e um mistério se instala: o corpo da mãe de Sam desaparece inexplicavelmente do local do desastre.

Já em 1985, Sam, agora pré-adolescente, se vê às voltas com conflitos amorosos, problemas em casa e desavenças antigas. Morava na fazenda dos Carroll, casal que acolhe crianças sem lar. Mas é longe dali que cultiva as amizades que perdurarão para a vida: o inseparável Billy e a rica Miranda Matheson, que acabara de se mudar para uma mansão na Mapple Street. Nesse verão cálido, Sam se apaixona por Miranda, sem imaginar que seu destino já estava entrelaçado ao dela.

A vida em Carnival Falls é descrita com saborosa riqueza de detalhes: os pequenos segredos de seus moradores, as incursões dos três amigos pelo bosque que circunda a cidade, a construção de uma casa secreta nas árvores, o enfrentamento do medo e da angústia de crescer e achar seu lugar no mundo. Como pano de fundo, acompanhamos os misteriosos desaparecimentos de pessoas.

Com forte clima de nostalgia, Federico Axat conduz o leitor com mão firme até o final surpreendente, que é ao mesmo tempo uma revelação na trama e um desafio literário. Somente depois de fechar o livro pela última vez o leitor vai entender completamente o sentido de O pântano das borboletas.

A crítica
“Descubra, em O pântano das borboletas, porque Federico Axat é um dos autores com maior projeção nos últimos anos. Deixe-se maravilhar por sua narrativa e se perca em parágrafos de excelente prosa literária.” – blog Crónicas literarias
“Sem dúvida um dos melhores livros que já li. Não tenho palavras para expressar o que O pântano das borboletas causou em mim como leitor. (...) É um livro delicioso e bem pensado, em que cada camada é mais rica e interessante que a outra.” – blog Rincón de crítica literaria
“Eu nunca tinha lido nada de Federico Axat, mas depois desse livro vou segui-lo de perto. O pântano das borboletas é um romance completo, gostoso de ler e que brilha com luz própria.” – blog Um livro para leer
“Recomendo O pântano das borboletas com toda a certeza. É uma história que me surpreendeu muito e que mescla intriga e sensibilidade de forma magistral. É uma homenagem à infância, à amizade e ao amor.” – blog Adivinaquienlee

Sobre o autor
Federico Axat nasceu em Buenos Aires, na Argentina, no ano de 1975. Seu primeiro livro, Benjamin, foi publicado na Espanha, na Itália e no México. No Brasil, estreia com O pântano das borboletas, seu terceiro romance.

Serviço
O pântano das borboletas
Autor: Federico Axat
Editora: Tordesilhas
Páginas: 512
Preço: R$ 48,50
Tradução: Fátima Couto
Capa: Miriam Lerner
Gênero: Romance



















Nenhum comentário:

Postar um comentário